Ficha Técnica do Curso: Operador/a de Motosserra e Motorroçadora (12h)
Refª: FB_080


Modalidade de Formação:

Área de Formação:

Formação de Especialização

862 - Segurança e higiene do trabalho


Apresentação:

Operador/a de Motosserra e Motorroçadora

Objectivos Gerais:

Prevenir riscos associados ao uso e ao manuseamento seguro dos equipamentos moto-manuais, respeitando as normas de SHST e de proteção ambiental.

Objectivos Específicos:

Cumprir as normas de SHST, de forma a prevenir e reduzir riscos associados à utilização da motosserra e motorroçadora; identificar e caracterizar os constituintes mecânicos e as características técnicas dos equipamentos e executar correctamente os procedimentos básicos de manutenção, afiação e regulação do equipamento; Operar correctamente com os equipamentos, escolher o disco de trabalho mais adequado ao trabalho a realizar e em função do tipo de máquina, utilizando os métodos e técnicas apropriados com respeito pela ergonomia e eficiência.

Destinatários:

Estudantes da área florestal, trabalhadores florestais, motosserristas, produtores florestais, prestadores de serviços, empresas ligadas ao sector florestal, bombeiros e público em geral que utilize a motosserra de modo esporádico.

Programa:

1.

Segurança, Higiene e Saúde na utilização de equipamentos moto-manuais (8h)

1.1.

Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho Florestal

1.2.

Regras de Segurança, Higiene e Saúde

1.3.

Equipamentos de Proteção Individual

1.4.

Motorroçadora

1.5.

Constituição e funcionamento da motorroçadora.

1.6.

Dispositivos de segurança da motorroçadora

1.7.

Utilização da motorroçadora: Ajuste do arnês, arranque e paragem, abastecimento

1.8.

Utilização da motorroçadora equipada com cabeçote de fio, discos de três pontas, discos destroçadore

1.9.

Ajustamento das técnicas de trabalho

1.10.

Motosserra

1.11.

Constituição e funcionamento de Motosserra

1.12.

Dispositivos de segurança da Motosserra

1.13.

Utilização da Motosserra: arranque e paragem, abastecimento

1.14.

Abate, corte de ramos, traçagem e toragem.

1.15.

Métodos e técnicas de utilização

2.

Utilização prática de equipamentos moto-manuais em operações florestais (4h)

2.1.

Aplicação prática, treino e aperfeiçoamento de técnicas na operação com equipamentos moto-manuais

Carga horária total: 12h

Requisitos mínimos de participação:

1. Habilitações académicas
Os formandos deverão possuir grau académico entre Não especificado e Doutoramento.

2. Situação profissional (basta cumprir um destes requisitos)
A situação profissional dos fromandos deverá ser uma das seguintes:

  • Trabalhador por conta de outrem
  • Trabalhador independente / Trabalhador por conta própria
  • Desempregado
  • À procura do primeiro emprego
  • Funcionário público
  • Estudante
  • Reformado


Localidades:

Albufeira, Alcácer do Sal, Beja, Castro Marim, Felgueiras, Instalações do Cliente, Loulé, Madeira, ONLINE, Serpa, Vila do Conde


Formadores:

Manuel Amador


Financiamento:


Horários de Formação:

Fim-de-semana, Laboral, Misto, Pós-Laboral


Formas de Organização:

Presencial


Metodologias de Formação:

Ativa, centrada no/a participante, utilizando diversas técnicas de ensino como, exposição dialogada, demonstração, simulação, estudo de casos e trabalhos de grupo.


Metodologias de Avaliação:

Na formação teórica, é efetuada avaliação formativa através de testes, trabalhos individuais ou em grupo.
A Avaliação de Conhecimentos é composta por duas provas de natureza sumativa, uma teórica e outra prática. A prova teórica consiste num teste escrito, realizado no final da componente teóprica, incidindo sobre todas as temáticas do curso. A prova prática, igualmente de natureza sumativa, consiste numa simulação de desempenho, na qual os formandos devem em função da máquina a utilizar ser avaliados quanto ao desempenho das seguintes operações: Verificação da envolvente; Verificação dos Comandos; Operação da máquina; Parqueamento em Segurança; identificação de medidas preventivas.
A prova prática é realizada na sessão prática.
As provas de avaliação de conhecimentos são concebidas, realizadas e avaliadas pelo formador ou formadores.
Compete ao formador/es conceber para as provas práticas os respetivos formulários e guiões de prova, as grelhas de avaliação e de pontuação do grupo e de cada formando, bem como os formulários para a prova teórica.

Tipo de Avaliação
a) De reacção (final) – no final da acção de formação haverá lugar ao preenchimento do Questionário de Avaliação Formando e do Questionário de Avaliação Formador
b) De conhecimentos – formativa e sumativa (parcial e final)


Recursos materiais e pedagógicos:

O material didático de apoio ao desenvolvimento das ações de formação abrangem meios de diversa natureza, nomeadamente material audiovisual, material informático e outros, de forma a assegurar o bom desenvolvimento da formação.

A Futurbrain Centro de Formação Lda. elaborou um programa pormenorizado ou Manual de Apoio ao/à Formando em que estão definidos os objetivos pedagógicos, os conteúdos programáticos desenvolvidos e o material de apoio, para que os/as formandos/as possam ter uma visão de conjunto da ação de formação e, se o desejarem, vir a aprofundar alguns dos conteúdos tratados.

O/a formador/a deve selecionar os recursos didáticos mais adequados à prossecução dos objetivos gerais e específicos previamente definidos, tendo em conta as características do público-alvo e os objetivos da ação de formação.


Espaços físicos:

Sabemos que o espaço formativo assume uma importante função pedagógica no desenvolvimento da formação, por isso as nossas Salas de Formação possuem sempre boas condições de luminosidade, ventilação, temperatura, insonorizarão e limpeza. Estão equipadas com mobiliário ergonómico e todos os recursos materiais e didácticos necessários. São espaçosas e amplas, de modo a viabilizar configurações facilmente adaptáveis a cada momento da formação, permitindo a comunicação e a realização de actividades e situações de aprendizagem diferenciadas.

Os locais de formação são de fácil acesso, apoiados por áreas de convívio, cafetaria e restauração.


Certificação:

Caso o/a formando/a obtenha aproveitamento no final do curso e tendo estado presente, no mínimo, em 90% da carga horária total da ação, é-lhe atribuído um certificado de formação profissional.
Caso não obtenha aproveitamento será atribuído um certificado de frequência da ação.
O certificado de qualificação profissional é emitido pela plataforma SIGO.

FUTURBRAIN © 2022. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento por CLIC24.